Dicas de sucesso para as mães empreendedoras com filhos pequenos
Um dos momentos mais interessantes na vida de uma mulher é quando ela está grávida. No entanto, durante este período, vê-se impedida de se concentrar em objetivos empreendedores.

Atualmente, a mãe não é a única responsável pela educação da criança. No entanto, o pai tem participado cada vez mais nessa tarefa. Mas é fato que é a mãe quem suporta, socialmente, esse encargo. O que se passa com aquelas mães que também são empreendedoras?

Existem imensas mulheres-mãe que acredita que é muito melhor ser empresária do que trabalhar para alguém, como empregada.  Isso é verdade porque é a sua “patroa” e não é preciso lidar com ninguém. Isso é ótimo, pois se torna fácil conciliar o seu tempo para o bebé e para o trabalho.  Esta é também uma oportunidade para decidir por conta própria onde e quando quer ir.

Antigamente era difícil para as mães empreendedoras administrarem o seu tempo desta forma, mas hoje, felizmente, é possível.  Os avanços tecnológicos facilitaram o empreendedorismo, para todos, e também para as mães.

A Internet tornou um meio que possibilitou as mulheres empresárias trabalharem a partir de casa.  Esta é, garantidamente, uma grande vantagem da “internet”. Elas têm, assim, uma boa hipótese de fazer negócios globais.   Há muitas oportunidades que podem ser facilmente aproveitadas por essas mães empreendedoras.

O que é necessário para ser uma mãe empreendedora?  Para quem quer entrar para a liga das mulheres que compreende cerca de 10,6 milhões de mulheres em todo o mundo e produz 2,5 triliões de euros, a única coisa necessária é ter interesse em ser uma mãe empreendedora.


Para isso, é preciso alguma paciência. É uma tarefa difícil cuidar da criança e do negócio ao mesmo tempo.  Nas situações mais difíceis, é preciso saber manter a calma, e isso é obrigatório para as mães empreendedoras.  Ter paciência com o negócio e com o filho, ambos são essenciais.

Existem muitos problemas que podem surgir a qualquer momento, sendo preciso estar preparado para todos eles.  Uma mãe empreendedora tem que suportar pressões. A regra de ouro é continuar a dizer a si mesma que é mãe e passou pelo momento mais difícil, então isso também será suportado.

Uma das coisas que pode fazer para aliviar a pressão é contratar uma ama.  Isso é bom, pois estariam lá para cuidar da baía, pois não estaria lá o tempo todo.  Isso permitiria que trabalhasse em momentos incomuns que acontecem com frequência nas empresas.  Mas nunca se esqueça que a família está sempre acima dos negócios.

Finanvest

Bloguer

Finanvest é o espaço onde publicamos notícias, opiniões e análises de serviços em todos os aspetos da vida laborar e financeira.


Comentários

Ainda não existem comentários. Seja o primeiro a fazer um comentário.